top of page

Sucesso da Abertura do Rio Carnaval 2022 dá vida nova à Cidade do Samba

O povo cantou, sambou e aplaudiu os mini-desfiles de Paraíso do Tuiuti, Unidos da Tijuca, Mangueira, Mocidade, Grande Rio e Viradouro. Segundo dia do evento resgata a alegria, a cultura e a tradição da Cidade do Samba


Como geralmente acontece no Sambódromo, o segundo dia de mini-desfiles na passarela da Cidade do Samba, realizado neste domingo (27/2), marcando a abertura do Rio Carnaval 2002, foi mais animado ainda do que o de Sábado. Algumas Agremiações mostraram que já estariam prontas ou quase para desfilar oficialmente, caso as datas não tivessem sido adiadas para os dias 22, 23 e 30 de abril. Isso fez com que o espetáculo ficasse ainda mais emocionante, mexendo com o coração da plateia. A apresentação foi do comentarista Milton Cunha.



Grande Rio

A noite de domingo começou com o centenário Cordão da Bola Preta lembrando sucessos, como a tradicional “Quem não chora, não mama”. Em seguida, apresentou um pout-pourri de marchinhas consagradas pelo povo nas ruas e nos salões. O presidente do Bola, Pedro Ernesto Marinho, comandou o mini-desfile de abertura, cercado pelas princesas do Cordão.

Mociade Independente

Cada Escola levou um contingente de 150 sambistas, aproximadamente, entre eles integrantes da comissão de frente, baianas, passistas, ritmistas, casais de mestres-salas e porta-bandeiras, baianas, velha guarda, intérprete e equipe de acompanhamento. Algumas apresentaram destaques com fantasias riquíssimas, que mereceram os aplausos da plateia que se concentrava ao longo do gradil que delimitava a pista de desfile.


Mangueira

Depois de uma apresentação no palco, onde os cantores lembraram sambas que marcaram época na Avenida, foram realizados mini-desfiles na pista que circunda a praça central do complexo de produção de alegorias e fantasias. Para isso, a passarela ganhou o mesmo tratamento da nova pista do Sambódromo, com pintura, sirenes, iluminação cênica, o tradicional cordão do arrasta-povo e direito à queima de fogos na entrada de cada uma.

Unidos da Tijuca

O vice-presidente da LIESA, Helio Motta, e o Diretor de Carnaval, Elmo José dos Santos, se revezavam no comando dos desfiles, saudando os presidentes, diretores e componentes de cada Agremiação. O público, calculado em torno de 5.300 pessoas, se espalhou ao longo da pista, nas praças e na grande tenda, onde eram realizados os shows com intérpretes, passistas e casais de mestres-salas e porta-bandeiras. Na entrada, todos tiveram que apresentar comprovante de vacinação em dia, de acordo com os protocolos e calendário da Secretaria Municipal de Saúde.



Paraíso do Tuiuti


GALERIA DE FOTOS

Abertura do Rio Carnaval 2022

Cidade do Samba – Domingo, 27/02/22

Fotos: Henrique Matos, Maria Zilda Matos,
Diego Mendes e Magaiver Fernandes/ LIESA


Cordão do Bola Preta




Paraíso do Tuiuti



Unidos da Tijuca



Mangueira



Mocidade



Grande Rio


Viradouro




Veículos e profissionais de Imprensa podem fazer download das fotos do evento da noite sábado, desde que sejam respeitados os créditos. Fotos: Divulgação/LIESA



Hélio Motta: “Fomos bem em todos os quesitos”


“Acho que o evento foi um sucesso. Fomos bem em todos os “quesitos, como presença de público, tradição, alegria e emoção, principalmente. Acredito que tenhamos superado todas as expectativas e terminamos de forma brilhante a comemoração de uma data emblemática para o povo carioca: o Carnaval. Graças à abertura do Rio Carnaval 2022, o Carnaval não passou em branco no Rio de Janeiro.” – a declaração é de Hélio Motta, vice-presidente da LIESA, que teve a responsabilidade de comandar o evento realizado na Cidade do Samba nos últimos sábado, 26/2, e domingo, 27.


Outro motivo de alegria do vice-presidente foi o resgate da cultura carnavalesca:


Estou feliz por termos fomentado a cultura popular, a tradição dessa festa tão importante para nós. Conseguimos contemplar a ancestralidade do samba e, simultaneamente, trazer novidades para o público jovem, atendendo aos anseios da juventude em relação ao futuro da Liga Independente e seus objetivos.



O vice-presidente da LIESA, Hélio Motta, ficou feliz com os resultados do evento

Hélio Motta destaca que o Carnaval precisa de pautas positivas para encontrar novos caminhos:


“A gente vem criando algumas ao longo dos últimos meses. O êxito do evento se deve ao planejamento, maior presença digital, provocando mais interatividade com o público, e a um somatório de ações, como a criação de uma marca – a Rio Carnaval – para os desfiles, projeto do diretor de marketing da LIESA, Gabriel David. Foi por esses fatores que o evento registrou a frequência de mais de 5.300 pessoas no Sábado e outras tantas no Domingo”- comentou.


O vice-presidente da LIESA destacou que a união entre os integrantes da equipe de coordenação, integrada por diretores da LIESA e diretores de Carnaval das Escolas do Grupo Especial, contribuiu decisivamente para o sucesso do evento na Cidade do Samba. “Todos trabalharam com afinco, tentando superar as dificuldades que se apresentavam, movidos pelo mesmo ideal: trazer de volta os desfiles das Escolas de Samba. E conseguimos, graças a Deus!” – concluiu, lembrando que a Comissão teve o comando direto de Elmo José dos Santos, diretor de Carnaval da LIESA.



Diretores da LIESA e das Escolas do Grupo Especial se uniram e suaram a camisa para que tudo desse certo

Comments


bottom of page